Policial / Notícias

19/07/19 - 15h30 - atualizada em 19/07/19 às 22h53

PC encontra mais de 200 munições na casa de funcionário da prefeitura de Irati

Homem, de 46 anos, foi preso em flagrante pelo crime de posse de munição de arma de fogo de uso restrito sem direito a fiança

Da Redação

Polícia Civil apreendeu mais de 200 munições, sendo algumas de calibre restrito, segundo o Delegado Paulo César Eugênio Ribeiro

Um funcionário da prefeitura de Irati, de 46 anos, foi preso na manhã desta sexta-feira, 19. A Polícia Civil cumpriu um mandado de busca e apreensão expedido pelo Poder Judiciário na casa do servidor, na área central da cidade.  

Segundo os policiais, durante a operação foram encontradas mais de 200 munições de diversos calibres (restritos e permitidos), inclusive munição de fuzil, além de acessórios para armas de fogo, material de limpeza de armas e estojos deflagrados na residência do suspeito. O proprietário do imóvel foi preso em flagrante pelo crime de posse de munição de arma de fogo de uso restrito. O Delegado Paulo César Eugênio Ribeiro relata que esse crime não permite que o suspeito pague fiança e responda o processo em liberdade. “Durante a operação, nós conseguimos apreender diversas munições de vários calibres, inclusive calibre restrito, munições de fuzil 762, que são munições pesadas e de grande impacto. Essas munições, esse cumprimento de mandado de prisão ocorreu na residência de um funcionário da Prefeitura de Irati. Essas munições todas foram apreendidas e trazidas até a Delegacia de Polícia Civil”, relata o Delegado.  

Confira no fim do texto o áudio do Delegado falando sobre a prisão

Conforme Ribeiro, as investigações que levaram à prisão do servidor municipal tiveram início a partir do registro de um Boletim de Ocorrência em que o homem preso teria ameaçado um idoso com uma arma de fogo. “Diante disso, as diligências iniciaram logrando êxito na data de hoje com a prisão desse rapaz, com essas munições de diversos calibres”, destaca.  

PUBLICIDADE

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS PELO WHATSAPP

O homem detido, que não teve o nome divulgado, foi conduzido até a Delegacia onde segue à disposição da justiça para a audiência de custódia. De acordo com o Delegado, foram encontrados outros registros de ocorrências policiais envolvendo o homem preso por ameaça.  

Material apreendido foi conduzido até a Delegacia de Irati

Homem detido já possui passagens pela polícia por ameaça, conforme a Polícia Civil

WhatsApp Denúncia

A Polícia Civil reforça que denúncias de cometimento de crimes e atos ilícitos podem ser feitas através do número de WhatsApp da Delegacia de Irati no telefone 9-9800-3480. É garantido sigilo ao denunciante. Um banner de divulgação da nova ferramenta de comunicação da Delegacia de Irati foi postada nas redes sociais e no facebook da Polícia Civil. “Denúncias e intimações. Adicione aos seus contatos! Denuncie, divulgue, ajude, compartilhe”, diz a mensagem de divulgação da iniciativa.

Delegacia de Irati passou a receber denúncias através do aplicativo WhatsApp

Comentários

Enquete

O Imposto sobre Valor Agregado (IVA) deve ser a base da Reforma Tributária?

  • Não
  • Sim
Resultados