Policial / Notícias

14/07/19 - 23h13 - atualizada em 15/07/19 às 09h52

Mulher é ameaçada pelo pai e irmão

Homens foram detidos depois que policiais encontraram arma calibre 12 e munições na residência onde eles moram

Da Redação

Arma e munições apreendidas pela Rotam

Uma mulher foi ameaçada pelo pai e o irmão em Irati. Ambos foram detidos, pois estavam com uma arma calibre 12, que teria sido utilizada para ameaçar a vítima. A ocorrência foi registrada na noite de sábado, 13, na rua Beija Flor.  

Policiais da Rotam foram até o local depois que a mulher informou que os autores da ameaça estavam na via pública com uma arma. Os suspeitos ainda tentaram danificar o carro da vítima. Durante a abordagem, um dos homens chegou a correr para os fundos da residência. Mesmo assim, ele foi interceptado. Nenhum dos suspeitos portava objetos ilícitos. Ao serem indagados, pai e filho disseram que não possuíam armas. Os policiais solicitaram autorização para realizar buscas na casa, já que a mulher que foi ameaçada disse que havia uma arma no local. Porém, ela não soube informar onde o objeto estaria escondido. Dentro de um pote que estava na gaveta do quarto de um dos suspeitos foram localizados dois cartuchos deflagrados calibre 38. Questionado sobre a espingarda, um dos moradores afirmou que seu pai estava manuseando a arma calibre 12 e que ela seria do seu patrão. O suspeito disse que os cartuchos eram seus, mas que não possui arma. Em seguida, o pai informou onde escondeu a espingarda, que foi localizada atrás de uma porta. O homem relatou que pegou a arma do seu patrão e que não sabia se ela tinha registro.  

Pai e filho foram detidos e conduzidos até a Delegacia. A arma calibre 12, de dois canos, estava municiada com dois cartuchos, sendo um deles percutido. Além disso, ela estava com a numeração suprimida. 

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS PELO WHATSAPP

PUBLICIDADE

Mais duas ocorrências de violência doméstica foram registradas em Irati. Na área central, uma mulher afirmou que estava em sua casa com o marido e os filhos quando tiveram um desentendimento. Neste momento, o esposo pegou no pescoço da mulher e tentou esganá-la. A vítima deixou o local para procurar ajuda. A Polícia Militar foi acionada, mas o homem não foi encontrado no local.  

Na rua Pedro Almeida Ferreira, no Conjunto Daniel Bini, uma mulher disse que seu amásio chegou na residência embriagado e foi dormir. Quando acordou, o homem passou a implicar com a mulher em razão de um pedaço de carne. Em seguida, ele ameaçou a vítima de morte e tentou agredi-la. A mulher saiu correndo para fora da casa. Já o homem chaveou a porta. A moradora relatou aos policiais que já foi agredida outras vezes. Segundo ela, seu amásio foi preso em flagrante em 2017. A mulher demonstrou interesse em representar contra o amásio. Por isso, ambos realizaram o laudo de lesões corporais e foram entregues na Delegacia.  

PUBLICIDADE


Comentários

Enquete

O Imposto sobre Valor Agregado (IVA) deve ser a base da Reforma Tributária?

  • Não
  • Sim
Resultados