Policial / Notícias

16/05/19 - 13h07 - atualizada em 16/05/19 às 14h34

Homem é morto com quatro tiros em Irati

Tiros foram efetuados por uma espingarda calibre 12. Crime ocorreu na madrugada de hoje, 16, no Conjunto Santa Mônica

Da Redação

Bruno Eduardo Silva foi morto a tiros em sua residência no Conjunto Santa Mônica na madrugada desta quinta-feira, 16

Um homem foi morto a tiros na rua 2, no Conjunto Santa Mônica, em Irati, na madrugada desta quinta-feira, 16. Conforme informações da Polícia Militar, os tiros que causaram a morte de Bruno Eduardo Silva, conhecido por Bruno Duda, de 25 anos, que era natural de Curitiba, foram efetuados por uma espingarda calibre 12. 

Os policiais foram acionados por volta das 2 h. Ao chegarem no local do homicídio, eles observaram que a esposa da vítima estava abraçada ao corpo do marido que já estava morto, conforme constatado pelos bombeiros, que também prestaram atendimento à ocorrência. Segundo a polícia, esse fato fez com que a cena do crime fosse alterada.  

A esposa de Bruno disse que ele foi atingido com quatro disparos no peito. A moradora afirmou que saiu do banheiro somente depois que os autores do crime deixaram o local. Ela ainda disse que mexeu no corpo do marido para socorrê-lo e alterou sua posição. De acordo com a PM, quatro cartuchos de calibre 12 foram encontrados nas proximidades do imóvel onde ocorreu o crime.  

PUBLICIDADE

A mulher do rapaz assassinado também mencionou aos policiais que ouviu algumas pessoas batendo na porta da residência do casal e se identificando como policiais. Neste instante, Bruno teria gritado para a esposa que não era a polícia e solicitado para que ela ligasse para a corporação solicitando a presença de uma viatura no local. Em seguida, a moradora escutou o primeiro disparo no trinco da porta, que destravou a mesma. Logo depois, ela se trancou no banheiro e ouviu os outros disparos. Por isso, a mulher não conseguiu identificar quem pode ter cometido o crime. De acordo com a polícia, até o momento, não há prova testemunhal do homicídio, além do relato da esposa da vítima.

O investigador da Polícia Civil de Irati e o perito do Instituto de Criminalística estiveram no local, assim como o Instituto Médico-Legal (IML) de Ponta Grossa, que recolheu o corpo de Bruno. Ele será velado na Capela do Cemitério Municipal com sepultamento na sexta-feira, 17, com horário a ser definido.  

Quer receber notícias pelo WhatsApp? Envie SIM notícias http://bit.ly/CliqueAquiWhatsSuperNajua

Por e-mail: http://bit.ly/2BiE4tC   

Texto continua após a publicidade

PUBLICIDADE

Segundo homicídio nesta semana em Irati

Esse foi o segundo homicídio registrado em Irati nesta semana. Na noite de segunda-feira, 13, João Toledo, de 44 anos, também foi morto com disparos de arma de fogo no Conjunto Joaquim Zarpellon. Na ocasião, a PM não encontrou testemunhas que pudessem relatar o que havia ocorrido. Segundo divulgado pelo Setor de Comunicação da 8ª Cia, não foram encontradas cápsulas no local do crime. A quantidade de tiros que acertaram João será revelada a partir da conclusão dos laudos periciais da criminalística e do IML de Ponta Grossa. Até agora, nenhum suspeito dos dois homicídios foi detido. A Polícia Civil está investigando se os dois casos têm alguma relação. 


Comentários