Policial / Notícias

11/11/19 - 01h06 - atualizada em 11/11/19 às 01h15

Cigarros avaliados em quase R$ 3,2 milhões são apreendidos pela PRF

Condutores abandonaram os caminhões onde eram transportados os produtos ao constatarem que seriam abordados pelos agentes

Da Redação

PRF apreendeu dois caminhões com cigarros oriundos do Paraguai

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu dois caminhões carregados com cigarros do Paraguai na BR-277, em Prudentópolis, na tarde de sábado, 9. Conforme a corporação, a mercadoria está avaliada em quase R$ 3 milhões e 200 mil reais.

Confira um vídeo dessa ocorrência no fim do texto

Os agentes realizavam ronda ostensiva na rodovia quando abordaram um caminhão Volkswagen 24.250, do tipo baú, que seguia sentido Curitiba. O condutor não obedeceu a ordem de parada e fugiu. Ele abandonou o veículo e entrou numa mata após sair da pista e colidir no barranco, no km 302 da rodovia.

Durante acompanhamento para tentar abordar o caminhão baú, os policiais desconfiaram de um Volvo FH 12380 4X2T, que tracionava um reboque graneleiro, que seguia no mesmo destino e que parecia estar dificultando a passagem da viatura.

A PRF realizou acompanhamento tático ao caminhão Volvo. Os policiais se aproximavam de uma barreira de obras na rodovia, já no km 270 da BR-373, quando notaram que o caminhão estava parado aguardando liberação para passagem. Neste momento, o condutor abandonou o caminhão e fugiu.

CLIQUE AQUI E RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS PELO WHATSAPP

PUBLICIDADE

Condutores abandonaram os caminhões antes de serem abordados pelos policiais

Um dos condutores colidiu no barranco da BR-277

Os agentes apreenderam uma grande quantidade de cigarros nos dois caminhões. Aproximadamente 250 mil carteiras foram localizadas no caminhão e 400 mil maços na carreta tracionada pelo Volvo. No total, foram apreendidos 650 mil maços. Segundo a PRF, os caminhões e o reboque estavam com as placas clonadas no momento da abordagem.

Os veículos e a carga foram encaminhados para a Receita Federal de Ponta Grossa. O caminhão baú precisou ser guinchado em função dos danos ocasionados na colisão contra o barranco.



Comentários