Paraná / Notícias

17/07/19 - 23h41 - atualizada em 18/07/19 às 09h18

Sindicato de docentes suspende greve

Suspensão vai até agosto, quando será avaliado sobre o envio da proposta de reposição do governador Ratinho Junior
Da Redação, com informações do Sintesu

Os servidores filiados ao Sintesu, Sindicato dos Docentes e Agentes Universitários do Ensino Superior Estadual de Guarapuava e Irati, optaram, em assembleia realizada nesta quarta-feira (17), pela suspensão da greve até início de agosto. O objetivo é aguardar o envio da mensagem do Governo à Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), sobre a proposta de reposição da inflação, retirada do projeto de lei complementar (PLC) 04/2019 e não vinculação da licença prêmio às propostas. Os servidores se reunirão novamente no início de agosto, após o envio da proposta à Alep, para deliberar sobre a mensagem.

O governador Ratinho Jr. propôs uma reposição parcelada, com 2% liberados em janeiro de 2020. A previsão é que o restante seja pago em 2021 e 2022. Um dos pontos principais é a reabertura das reposições da inflação anuais. A dívida do Estado com os servidores caminha para o seu 45º mês.

PUBLICIDADE

A Diretoria do Sintesu destacou que os primeiros cenários divulgados pelo Governo do Paraná previam zero de reajuste e tramitação da PLC 04/2019, com o congelamento dos planos de carreira dos servidores por 20 anos. Num segundo momento, a proposta previa 5,09% nos quatro anos do Governo Ratinho Jr e fim da licença prêmio. Por fim, após manifestações que levaram milhares de servidores públicos às ruas e ocupação da Alep, chegou-se à proposta atual.

O Comando de Greve do Sintesu, juntamente com o Comando de Greve Estadual do Fórum das Entidades Sindicais (FES), acompanhará a produção da mensagem de lei e conseqüente envio à Alep. 

Receba notícias pelo WhatsApp, envie SIM por aqui 

Comentários