Irati e Região / Notícias

07/03/19 - 16h24 - atualizada em 07/03/19 às 21h24

Sandro Alex garante início de obras de pavimentação da PR 364

Conforme o Secretário de Infraestrutura e Logística, a chegada de uma empresa de consultoria para fiscalizar a obra deve acelerar os trabalhos

Paulo Henrique Sava e Rodrigo Zub

Construtora Triunfo alugou terreno no bairro Riozinho para guardar maquinário. Empresa está realizando alguns reparos no local

Um projeto sonhado há mais de 50 anos pelos moradores da região está saindo do papel: a pavimentação da rodovia PR-364, no trecho que liga Irati a São Mateus do Sul. Foi o que garantiu o secretário de Infraestrutura e Logística do Paraná, Sandro Alex de Oliveira. Em contato com a nossa reportagem, ele comentou que as obras em Irati já começaram, mas seguem de forma lenta. Conforme o secretário, o ritmo deve aumentar com a chegada de uma empresa de consultoria que vai fiscalizar os serviços, o que poderá ocorrer nos próximos 15 dias.

“Eles [Construtora Triunfo] iniciaram por Irati e já estão posicionados. Começaram de forma lenta, mas a consultoria que entra para fazer a fiscalização da execução deverá estar lá em no máximo 15 dias, então vocês vão perceber que a velocidade vai aumentar nas próximas semanas”, frisou.

A obra orçada em R$108,9 milhões será executada pela Construtora Triunfo S.A., que tem prazo para entregar a pavimentação concluída até 22 de novembro de 2020. Vale lembrar que a empresa está sendo investigada pela Operação Lava Jato e foi a vencedora da licitação internacional coordenada pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) para a realização da pavimentação do trecho de 49 quilômetros.

PUBLICIDADE

Sandro Alex garantiu que, apesar do contingenciamento de 20% do orçamento previsto para o ano de 2019 anunciado pelo governador Carlos Massa Ratinho Júnior (PSD) no início da sua gestão, a pavimentação da rodovia não será afetada. O secretário garantiu que ele e o governador vão fiscalizar a obra pessoalmente.

“O governador não cortou nem um real, estamos com recursos garantidos pelo BID, não há contingenciamento, não houve cortes, não vai afetar o trabalho de jeito nenhum e eu, pessoalmente, com o governador, estarei nos próximos 15 dias fazendo a fiscalização do trecho para verificar [a obra]”, comentou.

Duas frentes de trabalho devem agilizar todo o processo de pavimentação da rodovia, uma saindo de Irati e a outra vindo de São Mateus do Sul. No entanto, Sandro confirmou que os trabalhos no município vizinho ainda não foram iniciados porque falta encontrar uma pedreira de onde o material que servirá de base para o asfalto possa ser retirado. Em Irati, conforme informações da engenheira do DER, Lucimara Farias, o material está sendo extraído de uma pedreira aberta na localidade de Faxinal dos Francos, em Rebouças.

Saiba mais sobre o projeto acessando a matéria publicada no site da Najuá.

PUBLICIDADE

Aluguel de terreno

Recentemente a superintendência do Hospital Erasto Gaertner firmou contrato de locação do terreno pertencente à entidade, no bairro Riozinho, para que a empreiteira pudesse colocar seus equipamentos e instalar seu escritório no município. Na tarde de quarta-feira, 06, nossa reportagem esteve no local e constatou que alguns funcionários da Triunfo estão realizando algumas melhorias como a pintura de um barracão que deve ser usado para guardar ferramentas e construindo uma cerca para isolar a área. Uma máquina estava retirando terra e limpando o terreno, que deve receber cascalho para facilitar o trânsito de veículos pesados. Caminhões, patrolas, retroescavadeiras e até um ônibus, que será usado para transportar os funcionários, já estão no imóvel.

O terreno, que fica nas margens da BR-153 foi doado em 2018 pelo prefeito Jorge Derbli na condição de pessoa física para o Erasto, que construirá sua unidade iratiense no local.

Escritório da Construtora Triunfo também funcionará no terreno que a empresa alugou do Erasto Gaertner

Segundo o superintendente do Erasto, Adriano Lago, o valor pago mensalmente pela empresa será de R$ 2.250. O contrato tem duração de dois anos, prazo estipulado para término da obra. Este valor, na opinião de Lago, será significativo para as finanças do hospital. “A empreiteira está pagando um aluguel o que acho ótimo, pois nos ajuda financeiramente. Não deixa de ser uma filantropia na prestação de serviços deles”, disse o superintendente.

Quer receber notícias de Irati e região? Envie SIM NOTICIAS para o WhatsApp 42991135618 ou simplesmente clique no link a seguir http://bit.ly/CliqueAquiWhatsSuperNajua

Por e-mail: http://bit.ly/2BiE4tC  

Comentários

Enquete

O Imposto sobre Valor Agregado (IVA) deve ser a base da Reforma Tributária?

  • Não
  • Sim
Resultados