Irati e Região / Notícias

15/07/19 - 22h15 - atualizada em 16/07/19 às 00h28

Rodeio Crioulo de Irati atrai público de 20 mil pessoas

Obras realizadas no CT Willy Laars foram elogiadas pelos CTs que participaram do evento

Edilson Kernicki, com reportagem de Rodrigo Zub. Fotos: Tadeu Stefaniak e Jussara Harmuch

O 31º Rodeio Crioulo de Irati, realizado entre os dias 12 e 14 de julho no CT Willy Laars, atraiu público de 20 mil pessoas, segundo estimativa da 8ª Companhia Independente da Polícia Militar. “Houve uma participação popular muito grande e muita gente compareceu ao parque de rodeios, na sexta (12), no sábado (13) e, principalmente, no domingo (14), participando assistindo ao tiro de laço e à parte artística, que foi muito bonita, com as danças e declamações”, destaca o prefeito Jorge Derbli. 

Conforme Derbli, houve 170 equipes inscritas nas provas campeiras e 24 Centros de Tradições Gaúchas (CTGs) na parte artística. Na visão do prefeito, o clima agradável do fim de semana contribuiu para o sucesso do evento.

Durante o evento, o município de Irati recebeu o convite para sediar, em 2021, o Rodeio Nacional, que neste ano ocorre em Santa Catarina. A cada edição, de dois em dois anos, o rodeio acontece em um estado do Sul. A próxima será no Paraná e Irati deve ser a sede. O convite partiu do presidente do Movimento Tradicionalista Gaúcho do Paraná (MTG/PR), Ernani José Barea. “Eles escolheram e vieram fazer o convite para que a cidade de Irati seja a sede desse Rodeio Nacional, onde teremos a participação de nove estados, se assim for concretizado, com mais de 10 mil pessoas de outros estados estando aqui na cidade de Irati, o que fomenta nosso turismo, comércio e hotelaria”, comemora.

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS PELO WHATSAPP

PUBLICIDADE

As reformas e melhorias executadas no CT Willy Laars foram elogiadas pelas pessoas que visitaram o 31º Rodeio Crioulo de Integração. Entre essas mudanças, está a substituição da estrutura de madeira da pista de laço por uma de alvenaria. Segundo Derbli, essa troca vai gerar economia, a médio prazo, por dispensar uma reforma geral, quase que anual.

O prefeito tem a expectativa de que esse investimento sirva para consolidar seu projeto de ampliar o CT Willy Laars. “Quero que se transforme no Parque de Exposições Willy Laars, onde teremos o Centro de Tradições Gaúchas; neste mês, iniciaremos as obras do Centro de Eventos, com investimento de R$ 3,6 milhões de recursos do Governo do Estado, a fundo perdido”, diz. O Centro de Eventos deverá ter 2.500 metros quadrados de área construída e poderá ser usado para bailes, casamentos, formaturas, eventos beneficentes, entre outros. A ideia de Derbli é inaugurar esse Centro de Eventos com uma feira agropecuária.

“Quero agradecer o esforço e a dedicação de toda a equipe da Prefeitura e às pessoas que, indiretamente, nos ajudaram nos bastidores para a organização desse evento. Porque no dia é muito bonito, tem muita gente, tudo funciona, a parte de segurança, a praça de alimentação, mas existe um trabalho, um esforço. E o prefeito é a pessoa responsável por tudo. Ficamos um mês, no mínimo, fazendo todo o trabalho necessário para que a festa saia boa, com toda a segurança e dê o maior conforto possível ao público que frequenta”, afirma.

PUBLICIDADE

Festa tranquila

Na avaliação da 8ª Companhia, o evento fluiu de maneira tranquila, o que contribuiu para a segurança de toda a festividade. Ao longo dos três dias de festa, a PM abordou frequentadores e transeuntes das imediações do local e apreendeu três armas de fogo, sendo uma delas uma espingarda de calibre 12.

Ato cívico cancelado

Em função do mau tempo nessa segunda-feira (15), que amanheceu chuvosa, a Comissão Organizadora do Calendário Festivo de 112 anos de Irati decidiu cancelar o Ato Cívico que seria realizado às 10h30, na Praça Edgard Andrade Gomes. Durante a solenidade que será agendada para uma nova data haverá a inauguração do busto de Edgard Andrade Gomes confeccionado pela escultora e artista plástica Angie Komnitski.

PUBLICIDADE


Comentários

Enquete

O Imposto sobre Valor Agregado (IVA) deve ser a base da Reforma Tributária?

  • Não
  • Sim
Resultados