Irati e Região / Notícias

20/07/19 - 17h27 - atualizada em 20/07/19 às 17h44

Rebouças inicia obras de revitalização da Vila Facão

80% da mão de obra empregada na construção e reforma de 50 casas é de trabalhadores reboucenses

Da Redação, com informações da Assessoria 

Técnicos do BID visitaram canteiro de obras na Vila Facão. Cinquenta casas serão construídas no local

O município de Rebouças deu o pontapé inicial à revitalização da Vila Facão, considerada uma das obras mais importantes da década. O projeto inclui a construção e reforma de cerca de 50 casas. Representantes do programa Família Paranaense, da Companhia de Habitação do Paraná (Cohapar), do município e do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) se reuniram no canteiro de obras durante esta semana.

“Não viemos fazer uma cobrança, uma fiscalização. Apenas acompanhamos o projeto para entender melhor como as coisas estão indo e também para ver a real importância de tais obras para o desenvolvimento da região”, explica o representante do BID, Francisco Uchôa. O BID é o banco investidor da obra.

Na ocasião, funcionários do Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) demonstraram aos visitantes a realidade das famílias que serão beneficiadas com a construção e reforma das casas e qual tipo de acompanhamento social é prestado a elas. “Fizemos reuniões quinzenais com essas pessoas, expondo os cuidados necessários com a casa, mas também para fortalecer laços. Agora, na fase final da obra das casas, pretendemos retornar essas ações”, expõe a psicóloga do CRAS, Vanessa Molinari.

PUBLICIDADE

De acordo com o prefeito Luiz Everaldo Zak, 80% da mão de obra empregada na reforma e construção das casas é de trabalhadores reboucenses. “Isso mostra como nossa cidade tem gente disposta, qualificada, e a gente se alegra com esse dado, pois sabemos a importância de um trabalho nos dias de hoje e como isso reverte positivamente para toda a economia do município”, declara.

CLIQUE AQUI E RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS PELO WHATSAPP

Representantes da Cohapar e município também verificaram andamento das obras

Comentários