Irati e Região / Notícias

17/09/19 - 20h41 - atualizada em 24/09/19 às 20h54

Eleições de novos conselheiros tutelares de Irati ocorrem no dia 6

Treze postulantes concorrem ao cargo de conselheiro tutelar para o quadriênio 2020-2023

Da Redação, com reportagem de Rodrigo Zub 

Treze postulantes concorrem ao cargo de conselheiro tutelar em Irati, para o quadriênio 2020-2023. As eleições ocorrem no primeiro domingo de outubro, dia 6, das 8 às 17h. Haverá urnas em quatro escolas: Colégio Antonio Xavier da Silveira, Escola Olavo Anselmo Santini (Rio do Couro), Escola Rural Municipal Rosa Zarpelon (Pinho de Baixo) e Escola Municipal do Guamirim.

A localização de seções de votação pode ser conferida tanto no site quanto no Facebook da Prefeitura de Irati. Qualquer eleitor com domicílio eleitoral em Irati pode participar da votação, explica a presidente da Comissão da Criança e do Adolescente da OAB de Irati, Miriam Guimarães. No local, deve apresentar o título de eleitor e um documento de identificação.

“Queremos convidar a população a participar, pois este é um tipo de eleição que não é obrigatório [votar]. Muitas pessoas não sabem como se elege o conselheiro tutelar, por isso muitos até dizem que ‘são sempre os mesmos’. Por isso, estamos disponibilizando para as pessoas o conhecimento, que usando da democracia e do seu direito de voto, pode escolher os novos conselheiros para a próxima gestão”, observa Mirian.

O assistente social Denis Musial explica que são escolhidos cinco conselheiros tutelares titulares e cinco suplentes, que são convocados para cobrir férias, afastamentos ou eventuais desistências. Ele também explica que o regulamento das eleições para o Conselho Tutelar permite reeleições consecutivas.

PUBLICIDADE

CLIQUE AQUI E RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS PELO WHATSAPP

Na análise de Miriam, a sucessiva repetição dos “mesmos nomes” na composição do Conselho Tutelar pode decorrer, até mesmo, da falta de conhecimento ou de interesse da população sobre o processo de candidatura. “São várias etapas até fechar o grupo de candidatos. Essas etapas são feitas pelo CMDCA. E também se deve à falta de informação de como votar, quando votar, quem pode votar. Por isso, sentimos a necessidade de fazer esse debate público”, diz.

Os critérios básicos para ser um candidato a conselheiro tutelar são ter idade superior a 21 anos, apresentar documentos rigorosamente em dia, não possuir antecedentes criminais e ter experiência na área de atendimento à criança e ao adolescente. “O Conselho Tutelar é um órgão que zela pelo direito à proteção da criança e do adolescente, tanto pela omissão dos próprios familiares quanto do Estado. O conselheiro tutelar faz requisições de serviço público para dar prioridade de atendimento a crianças e adolescentes”, comenta Musial. Além disso, os conselheiros precisam ter disponibilidade de horários, pois atuam com esquema de plantão.

Treze candidatos concorrem ao cargo de conselheiro tutelar. A candidata Néli Krepki desistiu do pleito

Cumpre ressaltar que o trabalho no Conselho Tutelar é remunerado em Irati. São servidores comissionados, com regime semanal de 44 horas e salário mensal bruto de R$ 3.097,73 (sem os descontos). “É dever do município fornecer condições para que o Conselho Tutelar possa desenvolver seu trabalho”, comenta Musial, sobre os veículos usados pelos conselheiros para o deslocamento necessário durante seus plantões. Recentemente, houve a entrega de um novo veículo Minivan Chevrolet Spin 2019 zero quilômetro, com sete lugares, para o Conselho Tutelar.

PUBLICIDADE

A votação será na urna eletrônica. Confira os números dos candidatos: Ademir Carneiro – 222; Ana Célia Vaz – 643; Claudir Gutervil – 210; Daniele Ignacheski – 111; Dulce Cardoso – 140; Ederli – 777; Edineia Gonçalves de Oliveira – 333; Gisele Sequinel Gasparelo – 456; Jussara Nunes – 277; Mari Mufato – 132; Sônia Mara da Rocha – 345; Thiago Gorte – 123 e Vinícius da Guarda Mirim – 500.

A conselheira Néli Krepki, que concorreria à reeleição com o número 190, desistiu do pleito. Ainda que o nome e número dela continuem a constar na urna eletrônica, os votos serão considerados nulos, devido à desistência. Os outros quatro conselheiros tutelares titulares da atual gestão são candidatos: Ademir Carneiro, Gisele Gasparelo, Jussara Nunes e Sônia Mara da Rocha.

Mirian explica que os candidatos podem fazer campanha através de panfletagem, nas redes sociais e campanha corpo a corpo. No entanto, os que são candidatos à reeleição não podem fazer campanha durante o expediente, que é das 8 às 11h30 e das 13 às 17h30.

Como a eleição é eletrônica, a apuração será iniciada tão logo se encerre a votação e o resultado sai no mesmo dia. A apuração será realizada na Casa dos Conselhos.

Eleição terá um local de votação na área urbana e três no interior do município


Comentários