Geral / Esportes

02/03/13 - 03h39 - atualizada em 02/03/13 às 08h46

Roman reitera compromisso de investir nas atividades esportivas da Unicentro

Pista de atletismo será construída a partir do segundo semestre na universidade
Rodrigo Zub, com reportagem de Sidnei Jorge


Adhemar Ferreira da Silva, Joaquim Cruz e Maurren Maggi. Usando como exemplo três campeões olímpicos no atletismo, a Universidade Estadual do Centro-Oeste do Paraná (Unicentro), vislumbra neste esporte a possibilidade de descobrir novos talentos. Para que isso aconteça, a instituição solicitou auxílio para construção de uma nova pista em suas dependências. O projeto já foi aprovado e os recursos estão empenhados para o início das obras. A informação foi confirmada pelo secretário de Esportes do Paraná, Evandro Rogério Roman, durante visita à cidade de Irati, na sexta-feira, dia 1º.

Pista de atletismo será construída no 2º semestre na Unicentro
Em entrevista a reportagem da Najuá, Roman disse que parte do recurso para construção da pista será repassado por meio de uma emenda do deputado federal Eduardo Sciarra (PSD) de R$ 600 mil. O mesmo valor foi destinado pelas secretarias do Esporte, e Ciência, Tecnologia e Ensino Superior do Paraná.

O secretário afirma que o investimento inicial de R$ 1,8 milhão irá permitir a construção de uma pista básica. Segundo ele, uma pista de excelência custa em média R$ 3 milhões. A pista de atletismo da Unicentro deverá ser edificada a partir do segundo semestre de 2013.

De acordo com Roman, a filosofia do governador Beto Richa (PSDB) é investir no esporte como uma ferramenta de transformação e investimento no ser humano. Por isso, o secretário promete construir mais de 20 pistas em todo o Estado, para tornar o Paraná um Centro Nacional de Atletismo.  “Estamos levando esse projeto para 15 universidades estaduais e nove federais. Vamos incentivar a prática doando material para que os municípios entrem com o recurso humano”, conta.

Melhores do País

Roman diz que a Unicentro foi contemplada com uma pista de atletismo em função de ter recebido uma das melhoras notas do País na avaliação do curso de Educação Física. O desempenho habilitou a universidade a receber recursos para a construção de um novo ginásio de Esportes no Campus Irati. “Vemos que a universidade possui uma necessidade física e é intenção do governo federal e estadual ajudar e investir onde dá resultado. Isso é apenas o começo das muitas coisas que virão para a Unicentro, que mostra o comprometimento muito grande dos alunos e corpo docente, que está muito bem titulado”, afirma Roman.

Ele voltou a enaltecer que o fortalecimento e o desenvolvimento humano dependem de uma boa infraestrutura física, quando citou o auxílio que o governador tem dado a todos as modalidades esportivas. Para Roman, a própria Unicentro “obrigou” o governo estadual a investir em sua sede, em função de seu crescimento nos últimos anos.

Bacharelado de Educação Física

Outra demanda solicitada pela comunidade acadêmica do Campus Irati da Unicentro, é a implantação do curso de bacharelado de Educação Física. Roman diz que estão sendo cogitadas duas possibilidades. Uma delas é criar uma extensão do curso oferecido no Campus Guarapuava da Unicentro ou criar uma nova habilitação em Irati. “Hoje sentimos a necessidade dos alunos concluírem o bacharelado em função da prática esportiva. O estudante formado em licenciatura só pode atuar em sala de aula”, explica.

Top-2016

Roman ainda falou que o governo estadual está aumentando o número de atletas beneficiados com bolsas de estudos por meio do programa Top-2016.  Em todo o Paraná são 1.800 jovens que recebem o auxílio, sendo três deles de Irati, todos integrantes da equipe de ciclismo da Pirubike.






Comentários