Geral / Esportes

15/10/13 - 02h42 - atualizada em 15/10/13 às 22h56

Rebouças marca a 6 segundos do fim e fica a um empate da final da Bronze

Reboucenses empataram com a equipe de Faxinal por 5 a 5, no confronto de ida da semifinal
Rodrigo Zub

Rebouças decide classificação para a final da Série Bronze no sábado, 19, no ginásio Camilão
Com um gol de Coxinha faltando seis segundos para o fim da partida, Rebouças conseguiu arrancar um empate contra Faxinal no primeiro confronto da semifinal da Série Bronze de Futsal. O empate por 5 a 5 na casa do adversário encaminha a classificação dos reboucenses para a final da competição. No jogo de volta que será realizado no sábado, 19, basta um empate no tempo normal e nova igualdade na prorrogação para a equipe avançar a fase decisiva.

Jogo

A força do torcedor que lutou o ginásio Manoel Bento Ozório Teixeira embalou a equipe do Faxinal pra cima de Rebouças. O treinador Aguinaldo dos Santos diz que a principal dificuldade da equipe foi à dimensão reduzida da quadra, que deixou o jogo corrido e pegado. Acostumados com esse tipo de jogo, os atletas do Faxinal apostaram nos arremates de longa distância. Do outro lado, Rebouças apostou nos contra-ataques e foi premiado com o gol de Binho, que abriu o marcador. Logo depois, Faxinal respondeu e empatou com Marcos Vinicius. O jogo seguiu movimentado e Pica Pau voltou a colocar Rebouças em vantagem. Marcos Vinicius- artilheiro e principal jogador do Faxinal- igualou novamente o marcador. A virada dos donos da casa veio com Rafael Fontoura, que deu números finais ao placar do primeiro tempo.

Gol salvador a 6 segundos do fim da partida

No segundo tempo, Rebouças mudou a marcação e passou a pressionar a saída de bola do adversário. A tática deu resultado e Dan empatou o jogo logo aos três minutos de bola rolando. Dan voltou a balançar as redes depois de jogada individual e deixou Rebouças com a vantagem de 4 a 3. Neste momento a partida parecia controlada pelos visitantes. No entanto, a bola teimou em não entrar graças ao goleiro do Faxinal, que se destacou com belas defesas.

A velha máxima do futebol se tornou uma realidade também no futsal. De tanto perder gols, Rebouças foi castigado com o empate. Fernandinho aproveitou falha de Dan e deixou tudo igual. Em seguida, o atleta do Faxinal fez mais um gol e recolocou os donos da casa na frente do marcador.

O placar negativo fez com que Aguinaldo optasse pelo goleiro-linha Maycon. Com isso, a pressão nos cinco minutos finais foi intensa por parte de Rebouças. No entanto, novamente o goleiro adversário foi fundamental para mandar o resultado. Desta forma, o jogo seguiu até os instantes finais. Quando o torcedor já vibrava com a vitória, Rebouças conseguiu um gol salvador faltando seis segundos para o apito final.

Análise

Treinador Aguinaldo dos Santos (à direita) durante conversa com os jogadores de Rebouças antes da partida contra Faxinal
Após a partida, Aguinaldo comemorou o resultado e destacou que a equipe contará com força máxima para o jogo de volta da semifinal. “O time de Faxinal tomou um balde de água fria, pois sabiam que tinham que vencer em casa. Agora é trabalhar bem durante a semana nos treinos, contamos com o elenco completo inclusive o Tonhão (jogador que atuou na Itália) que estava no DM [Departamento Médico], volta essa semana. Assim força total para esse jogo importantíssimo, que levará Rebouças para final da competição”, disse Aguinaldo, confiante na classificação.
Rebouças tem a vantagem no jogo decisivo porque teve melhor campanha ao longo da competição. 

Castro goleia e fica perto da vaga

No outro jogo da semifinal, Castro deu um passo importante para conseguir a vaga. Mesmo fora de casa, o time castrense goleou Assaí por 7 a 2. Para reverter à desvantagem, Assaí terá que vencer o adversário no tempo normal e na prorrogação para ficar com a vaga na final.

Comentários