Geral / Esportes

27/10/13 - 21h41 - atualizada em 27/10/13 às 21h50

Rebouças é goleado no jogo de ida da final da Bronze

Reboucenses perderam para a equipe do Caramuru/Castro por 7 a 1. Na partida de volta, Rebouças precisa vencer para forçar a realização de um jogo extra
Rodrigo Zub

No feriado de Finados, Rebouças vai tentar seguir vivo na disputa do título da Série Bronze de Futsal. Na primeira partida da decisão realizada no sábado, 26, no ginásio Douglas Pereira, os reboucenses foram goleados pela equipe do Caramuru/Castro por 7 a 1. Alex com três gols comandou a vitória dos castrenses que precisam apenas de um empate no jogo de volta no próximo sábado, 2, para erguer a taça de campeão.

Para evitar a comemoração antecipada do adversário, Rebouças precisa vencer a segunda partida da decisão para forçar a realização de um jogo extra. O grande trunfo da equipe comandada por Aguinaldo dos Santos para seguir vivo na disputa é a torcida que tem lotado o ginásio Camilão, durante as partidas que Rebouças atua como mandante.

O jogo

A fanática torcida de Rebouças não deixou de apoiar o time nem mesmo longe de casa. Cerca de 100 torcedores reboucenses viajaram até Castro para acompanhar a partida. Nos primeiros minutos de bola rolando quem apareceu foi o goleiro Andrei de Rebouças. Com belas defesas, o arqueiro evitou que Castro balançasse as redes. Apostando nos contra-ataques, os visitantes abriram o placar em um lance de bola parada. Maicon bateu cruzado e Tonhão empurrou para o gol.

Aos 16 minutos do primeiro tempo, Castro empatou em uma cobrança de pênalti. Alex Strapasson bateu forte e não deu chances para Andrei. No lance que resultou no pênalti, os reboucenses reclamaram de uma falta não marcada em cima de Daniel. Na sequência do lance, Daniel mesmo caído derrubou um atleta de Castro dentro da área. Nervoso, o time visitante estourou o limite de faltas. Na cobrança de um tiro livre, Alex Strapasson novamente estufou as redes de Rebouças e virou o placar para os donos da casa.

Eder ainda no primeiro tempo marcou o terceiro gol de Castro.

Alex em cobrança de tiro livre virou o placar para a equipe de Castro


Com facilidade, Castro consegue goleada no 2º tempo

Na volta do intervalo, Rebouças não teve nem tempo de pensar numa reação. Eder aproveitou erro na saída de bola dos visitantes e marcou o quarto de Castro. Desordenado, o time Rebouças se lançou para o ataque e sofreu outro gol. Após boa triangulação, Alex fez o quinto dos mandantes.

Com quatro gols de desvantagem, o treinador Aguinaldo optou em arriscar e colocou Maicon como goleiro-linha. Porém, a tática de usar um jogador a mais no campo de ataque foi por água abaixo um minuto depois. Daniel cometeu falta no goleiro adversário e foi expulso pela arbitragem. Com um jogador a mais, Castro trabalhou a bola e marcou o sexto gol com Fio.

Antes do apito final da arbitragem, Tedinho ainda fechou o placar de 7 a 1.
Como não há saldo de gols nos play-offs do Campeonato Paranaense de Futsal, Rebouças precisa vencer a partida de volta por qualquer placar para forçar a realização de um jogo extra. Um empate dá o título para a equipe castrense.

Análise da partida

Aguinaldo enalteceu a força do adversário e disse que a arbitragem foi um dos fatores que influenciaram no resultado da primeira partida da final da Série Bronze. “A arbitragem se demonstrou muito caseira. Embora não fosse preciso, pois a equipe castrense é muito qualificada, treina em dois períodos e têm muitos jogadores renomados que jogaram Chave Bronze, Prata e Ouro, além de alguns que atuaram até no exterior. Em momento algum estou desmerecendo o trabalho do Caramuru, as duas equipes sem dúvida são as melhores da competição, mostrando que com organização e estrutura consegue-se ir longe. Então cabeça erguida, e esperando o torcedor lotar o Camilão para ajudar a reverter o resultado. Vencendo esse jogo teremos a terceira partida também em Rebouças”, disse o treinador Aguinaldo.

Comentários