Futebol / Esportes

07/08/13 - 16h09 - atualizada em 07/08/13 às 16h12

Valcke defende bebidas alcoólicas nos estádios da Copa

Secretário-geral da Fifa se pronunciou, nesta terça-feira, em audiência na Câmara dos Deputados, em Brasília
iG com agência Estado 

Valcke defende a venda de bebidas alcoólicas nos estádios da Copa do Mundo de 2014
Durante audiência em comissão na Câmara dos Deputados, nesta terça-feira, em Brasília, o secretário-geral da Fifa, Jerome Valcke, defendeu a venda de bebidas alcoólicas nos estádios da Copa de 2014. Ele lembrou que não houve problemas de violência nas duas últimas edições do Mundial, na África do Sul (2010) e na Alemanha (2006), quando aconteceu a comercialização de bebidas alcoólicas nas arenas que receberam jogos da competição.

"A Fifa não está aqui para embebedar as pessoas, mas vou passar documentos e informações e terão dificuldade de me provar que durante a Copa o álcool provocou algum detrimento", disse Valcke. "Temos esse acordo com nossa parceira Budweiser de venda de álcool controlada nos estádios. A venda controlada significa, por exemplo, que a cerveja é vendida em copos de plástico e não em garrafas ou latas, que podem ser utilizadas como armas."

A venda de bebidas alcoólicas nos estádios é um dos pontos polêmicos da Lei Geral da Copa, que está agora em discussão no Congresso Nacional. A proibição de bebidas alcoólicas está presente em algumas legislações estaduais e municipais, mas a Fifa tenta reverter isso durante o Mundial de 2014. Para isso, Valcke lembrou nesta terça-feira que esse era um dos compromissos que o Brasil aceitou quando foi escolhido como sede da competição.


Comentários