Futebol / Esportes

05/03/13 - 01h22 - atualizada em 05/03/13 às 01h26

Sérgio Malucelli é acusado de agredir bandeirinha com soco

Gestor do Londrina e jogadores se envolveram em uma confusão com a arbitragem após o fim da partida contra o Coritiba. Diretoria do LEC pede punição ao árbitro do jogo que teria deixado de marcar três pênaltis a favor do Tubarão
Rodrigo Zub


Gestor do Londrina e jogadores são acusados de agredir árbitro Felipe Gomes da Silva
Depois de um jogo polêmico contra o Coritiba, na decisão do primeiro turno do Campeonato Paranaense, a diretoria do Londrina resolveu pedir punição para o árbitro Felipe Gomes da Silva. Na avaliação dos atletas, do presidente e da torcida, o trio de arbitragem deixou de marcar três pênaltis a favor dos LEC. Porém, a troca de acusações envolve os dois lados da moeda. A súmula da partida também pode complicar a vida do Tubarão. No relatório o árbitro diz que foram lançados vários objetos no campo de jogo e que houve invasão, mostrando falhas de segurança no estádio do Café.

O gestor Sérgio Malucelli foi acusado de agredir o assistente com um soco. A Federação Paranaense de Futebol (FPF) ainda vai analisar a súmula. O árbitro afirma que foi agredido pelo zagueiro Gilvan e xingado pelo volante Diogo Roque. “Ladrão. Conseguiu o que queria”, foram às palavras supostamente pronunciadas pelo ex-jogador do Iraty, reproduzidas pelo árbitro da partida. Os dois atletas citados foram expulsos pelo árbitro.

O presidente do clube, Sérgio Canuto, acredita que o Londrina irá reverter a situação no tribunal. Ele alega que o árbitro precisa comprovar as denúncias.
A ressaca após a derrota por 1 a 0 que culminou com a perda do título também pegou os dirigentes do Londrina que passaram a tarde fechados no Centro de Treinamento discutindo o que fazer depois de tanta frustração. A diretoria resolveu encaminhar um documento a FPF pedindo punição ao árbitro e ainda informou que vai mover uma ação contra Felipe Gomes da Silva na Justiça Comum.

A comissão de arbitragem da FPF irá se reunir na quinta-feira, 7, para avaliar a atuação do árbitro e tomar as medidas cabíveis.

A confusão no estádio do Café impossibilitou a entrega da taça de campeão do 1º turno ao Coritiba. O troféu será entregue ao alviverde apenas no domingo, 10, quando a equipe recebe o Operário, na 1ª rodada do 2º turno.

Lance polêmico em 2012

Esse foi o segundo jogo consecutivo que acaba em confusão entre Coritiba e Londrina. No ano passado, as duas equipes lideravam o 2º turno do Campeonato Paranaense quando se enfrentaram no estádio Couto Pereira. Com uma vitória por 1 a 0 sobre o rival, o coxa deu início a arrancada que culminou com o título do returno e do campeonato estadual. Porém, durante a partida um lance gerou polêmica. Durante uma cobrança de escanteio de Ayrton, o goleiro Wanderley falhou e sofreu um gol olímpico, mal anulado pelo bandeirinha. Após o jogo imagens da televisão comprovaram que a bola ultrapassou totalmente a linha do gol.

Comentários