Futebol / Esportes

02/08/13 - 01h05 - atualizada em 02/08/13 às 11h27

Prudentópolis perde nos acréscimos e se complica na segundona

Gol da vitória do Grêmio Metropolitano sobre o Prudentópolis foi marcado aos 47 minutos do 2º tempo. Resultado deixou time da região Centro-Sul na 3ª posição do Hexagonal Final
Rodrigo Zub

Fundado há três anos, o Grêmio Metropolitano está prestes a colocar novamente o futebol marigaense no cenário do futebol paranaense. O time da região norte do Estado venceu o Prudentópolis por 2 a 1 e deu um grande passo rumo a elite do Campeonato Estadual. Se vencer o Colorado no próximo domingo, 4, o “Metro” como é conhecido garante o inedito acesso para a primeira divisão.

A partida contra o Prudentópolis foi de fortes emoções para os torcedores que compareceram ao estádio Willie Davids, em Maringá. O gol da vitória dos donos da casa saiu somente nos acréscimos do segundo tempo. Marcio saiu do banco de reservas e marcou após uma bela cobrança de falta. A derrota complicou a situação do Prudentópolis no hexagonal final. O clube da região Centro-Sul está fora da zona de classificação faltando três rodadas para o encerramento dessa fase da competição. O “Tigre” ocupa a 3ª posição atrás do Colorado, que soma dois pontos a mais (12 contra dez dos prudentopolitanos).

O Prudentópolis terá pouco tempo para se recuperar fisicamente para a próxima partida na divisão de acesso do Campeonato Paranaense. O time volta a campo no domingo, 4, às 10 h, para encarar o Junior Team, em Londrina.

Com a derrota, Prudentópolis caiu para o 3º lugar e ficou fora da zona de classificação para a 1ª divisão


O jogo

Jogando em casa, o Grêmio Metropolitano mostrou sua força logo aos cinco minutos. O atacante Cristiano, que teve passagens por clubes como Paraná Clube e Palmeiras, recebeu na grande área e bateu sem chances para o goleiro Junior. Cristiano marcou seu 11º gol na segundona. O atleta é o artilheiro da competição.

Os donos da casa não diminuíram o ritmo mesmo em vantagem no marcador. Aos 13 minutos, Safira fez jogada individual e concluiu para a defesa de Junior. No lance seguinte, o Prudentópolis respondeu com Irineu, que desperdiçou boa chance para os visitantes.

O bom futebol apresentado pelas duas equipes nos primeiros minutos da etapa inicial deu lugar à forte marcação a partir dos 25 minutos de bola rolando. Os dois times abusaram do direito de cometer faltas. Em uma das infrações, o Prudentópolis perdeu o zagueiro Fernando. Ele deixou o campo com o tornozelo machucado.

Márcio: de vilão a herói em 17 minutos

A segunda etapa começou com o Metro novamente controlando as ações do jogo. Aos 4 minutos, Cristiano bateu cruzado para a área, mas Renan Tavares chegou atrasado e não conseguir completar a jogada. Marcelo Xavier e Safira também tiveram chances de ampliar o resultado, mas pecaram na finalização. Em uma das oportunidades, Safira acertou a trave de Junior, aos 15 minutos. Logo depois, Gustavo cabeceou rente a trave de Junior.

O Prudentópolis só acordou na parte final da partida. Com mais posse de bola, os visitantes passaram a assustar o “Metro” e chegaram ao empate aos 30 minutos. Thiaguinho driblou dois marcadores e foi derrubado na área por Márcio. Jhonatan converteu a penalidade e igualou o marcador em Maringá. Márcio passou de vilão para herói em poucos minutos. Aos 47 minutos do segundo tempo, ele cobrou falta com categoria e não deu chances para Junior.
O gol levou ao delírio os pouco mais de 2.200 torcedores que compareceram ao estádio Willie Davids. Eles reviveram os bons momentos do Grêmio Maringá, time mais tradicional da cidade, que foi rebaixado para a 3ª divisão do Campeonato Paranaense neste ano.

Ficha Técnica:
Grêmio Metropolitano 2x1 Prudentópolis

Estádio: Willie Davids, em Maringá
Cartões amarelos: Márcio (Metropolitano); Doriva (Prudentópolis).
Gols: Cristiano e Márcio (Metropolitano); Jhonatan (Prudentópolis).
Arbitro: Leandro Barros Nunes
Auxiliares: Sandra Maria Dawies e Anderson Neves de Souza

Grêmio Metropolitano: Ney, Reginaldo, Gustavo, Marcelo Xavier e Juninho; Zé Leandro (Márcio), Baiano, Léo Maringá e Safira; Renan Tavares (Anderson) e Cristiano. Técnico: Claudemir Sturion.

Prudentópolis: Júnior Bocão, Luizinho, Mario, Fernando (Danilo) e Tiaguinho; Jhonatan, Leandro (Anderson Cleiton), Doriva e Irineu; Rincón e Wellington. Técnico: Joel Preisner.

Comentários