Futebol / Esportes

19/08/13 - 01h19 - atualizada em 19/08/13 às 01h27

Prudentópolis perde em casa e fica longe do título da segunda divisão

Prudentópolis perdeu por 2 a 0 para o Grêmio Metropolitano na partida de ida da final da divisão de acesso
Rodrigo Zub


O “Tigre” foi presa fácil para o Grêmio Metropolitano na partida de ida da final da segunda divisão do Campeonato Paranaense. A equipe de Maringá não teve dificuldades para vencer os prudentopolitanos por 2 a 0, em jogo disputado na tarde de domingo, 18, no estádio Newton Agibert.

Para erguer a taça de campeão da divisão de acesso, o Prudentópolis terá que derrotar o “Metro” por três gols de diferença no jogo de volta. Como teve a melhor campanha na fase de classificação, os maringaenses jogam com a vantagem de dois resultados iguais. Por isso, um triunfo por 2 a 0 ou 4 a 2, por exemplo, é insuficiente para o Prudentópolis ficar com o título.

Mesmo assim, o zagueiro Leandro ainda acredita que o clube pode reverter à situação. “É difícil, mas não impossível. Contra o Colorado, nós revertemos o resultado”, lembrou. Conforme relatou Leandro, o Prudentópolis buscou o empate contra o Colorado depois de estar perdendo por 2 a 0. O resultado praticamente assegurou a vaga à primeira divisão, que foi ratificada após o triunfo sobre o Cincão, na última rodada do Hexagonal Final.

O treinador Joel Preisner disse que a comissão técnica não conseguiu motivar os jogadores, que foram apáticos durante a partida. Segundo ele, o time perdeu a “pegada” e o espírito guerreiro de outras partidas, fato que facilitou a vitória do Grêmio Metropolitano. “Alguns jogadores jogaram muito abaixo do esperado. Mais importante foi o acesso, mas uma final de competição é sempre importante. Agora temos que correr atrás e sabemos que é muito difícil. Vamos para Maringá com a esperança de fazer uma boa partida”, afirma Preisner. Ele lembra que é difícil manter o foco da equipe, principalmente porque alguns atletas já estão negociados com outros clubes. Por isso, ele irá aguardar os treinamentos da semana para definir o time que irá entrar em campo na partida de volta no estádio Willie Davids.

Goleiro Ney faz boa defesa durante ataque do Prudentópolis
Thiaguinho tenta passar pela marcação do Metropolitano


O jogo

Bem distribuído em campo, o Grêmio Metropolitano dificultou as ações do setor ofensivo do Prudentópolis. Desta forma, restou ao Tigre apostar na bola parada. Aos 23 minutos, Thiaguinho acertou a trave de Ney, em cobrança de falta. O lance empolgou os donos da casa que tiveram outra oportunidade no minuto seguinte. Após cruzamento de Irineu, Wellington tentou a finalização, mas acertou Alex, seu companheiro de time.

A partir dos 30 minutos, o Metro passou a chegar com perigo à meta de Doni. Depois de Clênio perder boa chance, Marcelo Xavier não desperdiçou. Luizinho cobrou escanteio na cabeça do zagueiro que balançou as redes do Prudentópolis.

Joel Preisner foi para o tudo ou nada no segundo tempo. Ele sacou o zagueiro Alex e colocou o atacante Kanela. A mudança não ajudou o time a ter mais força ofensiva. Com dificuldade no setor de criação, o Prudentópolis foi facilmente neutralizado pelo Metro. A primeira chance do segundo tempo foi dos visitantes. Léo Maringá exigiu boa defesa de Doni, em cobrança de falta. Aos 30 minutos, o goleiro apareceu novamente para salvar o Tigre depois de finalização de Dinho. O atacante que entrou no segundo tempo no Metropolitano não desperdiçou a segunda oportunidade. Ele recebeu na área e marcou o segundo gol dos visitantes aos 37 minutos.

A derrota por 2 a 0 no estádio Newton Agibert, foi a primeira do Prudentópolis atuando em casa na segunda divisão. Já o Metropolitano saiu da região Centro-Sul comemorando o triunfo que deixou a equipe próxima do título da divisão de acesso.

Ney defende bola em cima da linha
Prudentópolis ficou em situação difícil na briga pelo título da Segundona


Ficha Técnica:
Prudentópolis 0x2 Grêmio Metropolitano


Estádio: Newton Agibert, em Prudentópolis
Árbitro: Everaldo Lambert dos Reis
Assistentes: Felipe Gustavo Schmidt e Sávio Bezerra de Almeida
Público: 1.462
Renda: R$ 10.800
Cartões amarelos: Kanela (Prudentópolis); Clênio e Gustavo (Metropolitano).

Prudentópolis: Doni, Luizinho, Mário, Alex (Kanela) e Thiaguinho; Leandro, Danilo Alvin, Doriva e Irineu (Anderson Clayton); Rincón (Fumaça) e Wellington. Técnico: Joel Preisner

Grêmio Metropolitano: Ney, Reginaldo, Gustavo, Marcelo Xavier e Fernandinho; Duda, Baiano, Léo Maringá e Clênio (Dinho); Cristiano e Renan Tavares. Técnico: Claudemir Sturion

Comentários