Cultural / Entretenimento

07/12/19 - 10h51 - atualizada em 09/12/19 às 15h59

Bike Lanches, uma proposta de lanche acessível e sustentável

Projeto que está sendo desenvolvido em curso profissionalizante do Senac foi apresentado por alunos na Rádio Najuá
Lenon Diego Gauron / Najuá

Alunos do Senac no In Pauta da rádio Najuá

Caroline, Letícia, Eric e João Paulo são alunos do curso de Aprendiz de Vendas do programa Jovem Aprendiz do Senac Irati. Com a supervisão da instrutora Nadir Meireles Konopka, os alunos desenvolveram o projeto “Bike Lanches”, com o objetivo de atender a demanda da população em pontos estratégicos da cidade, como nas proximidades de faculdades e postos de saúde. Outra questão envolvida é a sustentabilidade, uma vez que a energia para a produção dos lanches, para ligar a chapa, será provida do próprio meio de deslocamento, a bicicleta, através das pedaladas.  

Esta história foi contada pelos próprios alunos no programa In Pauta, que foi ao ar pela Najuá FM 106,9 no dia 28/11/2019. Veja como foi a conversa com os apresentadores do programa, Juarez Oliveira e Vânia Andrade.

A aluna Carol conta que a ideia do projeto veio da lembrança de quando ela fazia faculdade em Guarapuava e observava um senhor que fazia lanches em uma chapa sobre uma bicicleta. A bicicleta exibia anúncios de empresas que patrocinavam a lanchonete sobre rodas.

“Quando você é universitário, o teu foco é estudar, é xerox, é trabalho e você não tem muito tempo para se deslocar. E tinha um senhor que ia vender lanches para a gente na frente da faculdade, ele ia em uma ‘bike’, tinha uma chapa em cima da ‘bike’ e os lanches dele eram super baratos porque [acredita ela] ele tinha ajuda de patrocinadores que exibiam a imagem [da empresa] no carrinho...”, conta Carol.

Mas a pretensão dos alunos é de que a bicicleta do projeto seja mais completa, contando com pia, geladeira para bebidas e armário para mantimentos, além de um reservatório de água para lavar os ingredientes e para higiene pessoal.

A chapa funcionará com energia armazenada em uma bateria que será recarregada pelas pedaladas da bicicleta, completa Letícia.

Para manter o preço baixo dos lanches, os alunos planejam exibir anúncios de patrocinadores na bicicleta, mas, em vez apoiar com dinheiro, as empresas forneceriam os ingredientes para a produção dos sanduíches. “A gente pensou: por que não pegar um item em troca de uma propaganda? ”, disse Carol, completando com a informação de que, por vezes, panificadoras jogam alimento fora no final da tarde, sendo que poderiam ser aproveitados à noite por eles na bicicleta.

A instrutora Nadir conta que a proposta do projeto é fazer com que os alunos desenvolvam o empreendedorismo social e sustentável, visando favorecer pessoas com menor poder aquisitivo, amenizando a desigualdade social e minimizar os danos ambientais.

O projeto é pioneiro em Irati e está disponível para empresas que desejarem apoiar a ideia.

Receba notícias pelo WhatsApp, envie SIM por aqui

PUBLICIDADE

 

Comentários