Rádio Najuá

Pessoas próximas de jovem desaparecido em Guaratuba dizem que local onde ele entrou no mar não estava sinalizado

16/10/19 - 08h18 - Atualizado em 16/10/19 - 08h18

Da Redação

Consternados com o desaparecimento de Ramon Zofiak no último domingo (13), em Guaratuba, amigos e familiares contestam, através de mensagens nas redes sociais, a versão dada pelo Comandante do Corpo de Bombeiros de Guaratuba, Capitão Eziquel Roberto Siqueira, de que havia sinalização de perigo no local de banho onde o jovem entrou no mar e pode ter se afogado, também dizem que o socorro pelos salva-vidas demorou 12 minutos para chegar.  

"As bandeiras e placas foram colocadas após almoço da segunda-feira, dia 14/10. Está tudo gravado. Não tinha nenhum salva-vidas em lugar nenhum da praia, foram conferido nas câmeras de seguranças eles demoraram 12 minutos pra chegar ao resgate,a primeira ambulância demorou cerca de 6 minutos", escreveu Cristofer Carneiro em postagem no Facebook da Najuá, informando que existe uma gravação que comprova.

Ele ainda informa que Ramon não foi para praia com amigos e sim, apenas com a namorada. 


PUBLICIDADE