Rádio Najuá

Vereador de Prudentópolis morre vítima de câncer

12/07/19 - 19h41 - Atualizado em 12/07/19 - 19h41

Da Redação, com informações da Câmara de Prudentópolis

Valdir Bini estava cumprindo seu primeiro mandato como vereador

Natural de Papanduva de Baixo, em Prudentópolis, o vereador Valdir Bini, de 47 anos, que era filiado do Partido Democratas (DEM), morreu na tarde de quinta-feira, 11. Ele deixou a mulher e um filho.

Produtor rural que se dedicava as atividades da agricultura familiar e pecuária leiteira, Valdir lutava contra o câncer desde o fim do ano passado, quando foi diagnosticado com a doença. Na ocasião, ele realizou algumas cirurgias em hospitais de Curitiba. Segundo informações da Câmara de Prudentópolis, o estado de saúde do vereador piorou no início do mês de junho quando passou a ser internado com frequência em virtude das dores que estava sentido. Em seu último internamento, Valdir faleceu no Hospital Universitário Cajuru, em Curitiba.

O vereador era ligado ao setor esportivo amador de Prudentópolis e costumava jogar futebol na sua comunidade e também com amigos. No meio político, foi candidato a vereador na eleição de 2012 pelo DEM. Com 708 votos ficou na suplência. Na eleição de 2016 voltou a concorrer a uma vaga na Câmara. Dessa vez, ele foi eleito com 876 votos, sendo o quinto mais votado.

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS PELO WHATSAPP

PUBLICIDADE

Conforme informações da assessoria da Câmara de Prudentópolis, Valdir costumava solicitar melhorias nas estradas rurais do município e buscava que o abastecimento de água tratada fosse implantado em comunidades do interior. Para a localidade de Papanduva de Baixo, ele pleiteou a instalação de uma academia de ginástica ao ar livre e solicitou junto com outros vereadores a pavimentação com pedras irregulares entre a Linha Abril e Papanduva de Cima com extensão de 23 quilômetros. No período que atuou como vereador, Valdir apresentou o projeto de lei alterando a Lei Municipal 1.803, que dispõe sobre a nominação de espaços públicos municipais, determinado que “aos estabelecimentos da rede municipal de ensino poderão ser atribuídos nomes relacionados à educação, como professores e educadores do município, além de pessoas que tiveram colaboração direta na criação, construção ou organização das mesmas, além de efetiva participação em sua manutenção ao longo do tempo”.

O pai de Valdir, Pedro Bini também foi vereador entre os anos de 1969 e 1973 pelo Partido Aliança Renovadora Nacional (Arena), sendo eleito com 409 votos.

PUBLICIDADE

Osmário Batista assume vaga de Valdir definitivamente 

A vaga de Valdir na Câmara já havia sido ocupada pelo suplente Osmário Batista (PPS), em virtude de pedido de licença protocolado há alguns dias, por motivos de saúde. O Presidente da Câmara, Jaison Kuhn (PV), publicou uma portaria suspendendo os trabalhos administrativos e legislativos da câmara nesta sexta-feira, 12, em virtude da morte do vereador.

O corpo de Valdir Bini foi velado na Capela de Papanduva de Baixo.

Osmário Batista foi empossado vereador na última sessão da Câmara de Prudentópolis na terça-feira, dia 9