Política e Eleição / Notícias

12/03/18 - 15h49 - atualizada em 12/03/18 às 15h58

Secretário de Viação e Serviços Rurais de Irati fala sobre trabalhos nas estradas do interior

Anselmo Stadykoski expôs também situação atual do maquinário, da equipe de funcionários da pasta e das estradas das comunidades

Paulo Henrique Sava

O secretário de Viação e Serviços Rurais da Prefeitura de Irati, Anselmo Stadykoski, utilizou a Tribuna Popular da Câmara de Vereadores na sessão da última terça-feira, 06, para expor os trabalhos que vêm sendo realizados pela pasta desde o início da administração de Jorge Derbli no início de 2017. O secretário ressaltou que, inicialmente, foi feita a manutenção do maquinário existente no Parque de Máquinas. Depois, foi dado início ao trabalho de recuperação das estradas iratienses.  

Primeiramente, foi feito um trabalho de readequação e correção de grade e levantamento do eixo das estradas. “Este trabalho nós fazemos visando uma economia e maior durabilidade no material aplicado nas estradas. Desde o início, quando recebi o convite do senhor Jorge Derbli para fazer parte da equipe, estamos trabalhando há muitos anos neste setor de estradas rurais, e é uma experiência que eu fui adquirindo durante toda a minha vida profissional, trabalhando com estradas, prestando serviços a grandes empresas do ramo sucroalcooleiro e também do ramo florestal”, afirmou o secretário. 

Segundo Anselmo, a técnica de conservação de estradas rurais para o transporte, sem um revestimento de asfalto, é empregada no Brasil há muitos anos pelas empresas multinacionais. “Isto tem dado uma resposta economicamente bem positiva para as empresas”, frisou. 

O secretário elogiou o trabalho feito pelos profissionais do Parque de Máquinas em todo o município. “Nós temos um pessoal bem qualificado no quadro de funcionários da Secretaria de Viação e Serviços Rurais, e eu tenho muito orgulho disso. Tenho ao meu lado profissionais competentes, o pessoal é muito responsável e é muito bom trabalhar com eles. Isto é um fator bem positivo, e parabenizo não somente a eles, mas a todos os funcionários públicos. Eu vim do setor privado e nunca tive a oportunidade de trabalhar em um serviço público. Estamos trabalhando em equipe, visando atender quem mais precisa: o nosso agricultor”, pontuou. 

Secretário de Viação e Serviços Rurais, Anselmo Stadykoski, destacou as obras realizadas e as dificuldades enfrentadas pela pasta em 2017

Obras realizadas

Conforme Stadykoski, muitas obras foram feitas no primeiro ano de mandato, mas ainda há muitas outras a serem realizadas. “Nós, quando assumimos, encontramos um quadro de eficiência do maquinário da Prefeitura em torno de 39%. Graças ao trabalho em equipe dos funcionários, conseguimos atingir 89% de eficiência no maquinário da Prefeitura. Isto é um ponto favorável, pois anteriormente se trabalhava 3 mil horas no máximo com maquinário da Prefeitura; nós, com o mesmo equipamento, conseguimos 11 mil horas trabalhadas nas máquinas”, comentou.

Segundo o secretário, foram transportadas e aplicadas 10 mil cargas de cascalho durante o ano de 2017. Neste ano, o trabalho ficou prejudicado por conta das chuvas que atingiram Irati desde o mês de janeiro. “Este ano, estamos enfrentando dificuldades porque chove quase todo dia, daí não conseguimos desempenhar um bom rendimento, uma boa velocidade de trabalho porque somos interrompidos pelo mau tempo. Posso dizer que todos nós nos esforçamos muito para que possamos levar uma condição de vida aos nossos amigos da agricultura”, comentou. 

Segundo Stadykoski, desde o início da administração atual, foram construídas 34 novas pontes nas comunidades do interior, dando apoio a agricultores que enfrentavam muitas dificuldades para escoamento da safra. Ainda conforme o secretário, a prefeitura vem realizando melhorias em muitas estradas de roça das comunidades. “A questão das estradas é um patrimônio do município que tem um valor agregado muito grande. Se fosse para construirmos tudo hoje, quanto iria custar tudo isto? Vamos procurar manter e fazer um trabalho bem feito para que isto se preserve e a gente, com isto, economize recursos para serem aplicados em outras áreas que precisam. Cada um fazendo a sua parte, cada secretaria economizando, vai sobrar mais para a outra. O dinheiro é do povo, e temos que economizar como se fosse nosso”, afirmou.

Secretário participou da Tribuna Popular na sessão da última terça-feira, 06, da Câmara de Irati

Dificuldades da pasta

O secretário reclamou que, assim como outros setores do município, a pasta também vem enfrentando inúmeras dificuldades; no entanto, o maior objetivo da pasta é melhorar a vida do agricultor. “Este serviço de estradas rurais é como o do agricultor: tem que ser trabalhado todos os dias, e não pode ser interrompido, é um serviço que nunca vai ter fim. Para termos as coisas em ordem, temos que trabalhar e nos dedicar que as coisas vão melhorando. Devido à quantidade e ao volume de serviço, não podemos parar, cruzar os braços e reclamar que não temos isto ou aquilo ou está quebrado. Vamos correr atrás e providenciar o conserto rápido, retomando e voltando ao trabalho. A gente não pode cruzar os braços e ficar reclamando de tudo: vamos trabalhar com o que temos”, ressaltou.

Qualidade do cascalho utilizado

O vereador Rogério Kuhn (PV) questionou o secretário sobre a qualidade do cascalho aplicado na recuperação das estradas rurais. Ele sugeriu que seja aplicado um material de maior qualidade e durabilidade, o que traria uma grande economia de recursos para a pasta. Anselmo confirmou que, em algumas regiões, o cascalho utilizado não é de boa qualidade. “Nós estamos procurando não aplicar este tipo de material. Descobrimos novas cascalheiras e algumas jazidas que já vêm prontas da natureza, que não precisa britar. Isto gera economia, pois os britadores, no meu entendimento, quanto mais tempo ficarem parados, maior será a economia para o município, pois estaremos trabalhando com um material que já vem pronto, e nisto ganhamos velocidade no trabalho. Os britadores do município já estão gastos, e já são equipamentos obsoletos, e é trabalhoso para britar material para querer vencer a aplicação. Vocês sabem que o patrolamento é bem mais veloz que a aplicação do material, e o cascalhamento jamais vai alcançar o patrolamento”, frisou.

Conforme o secretário, foram encontradas algumas jazidas de pedra basáltica e pedra ferro nas comunidades da Linha B de Gonçalves Júnior e na Serra da Linha B de Itapará. Outra Jazida foi encontrada no Rio do Couro. A prefeitura está trabalhando também em uma cascalheira na comunidade do Canhadão.

Maquinário disponível

De acordo com Anselmo, atualmente o pátio de máquinas conta com seis motoniveladoras, das quais cinco estão operando. Além disso, a prefeitura também conta com duas escavadeiras hidráulicas, três retroescavadeiras, sendo que uma foi repassada para a Secretaria de Agropecuária, Abastecimento e Segurança Alimentar, e oito caminhões caçamba, sendo que cinco estão trabalhando nas estradas rurais e um para a pasta da agricultura (dois estão em manutenção). O pátio conta ainda com um rolo compactador e uma caminhonete para abastecimento do maquinário, além de duas pás carregadeiras e dois britadores para atender todo o município.

Ainda de acordo com Anselmo, dos oito caminhões pertencentes à Prefeitura, apenas quatro são utilizados para o transporte de material para conservação, sendo que um deles fica à disposição do transporte dos funcionários. Em algumas estradas, apenas os caminhões traçados conseguem entrar para fazer o transporte de material e dos trabalhadores. “Para os senhores terem uma ideia, eu estou com material extraído, que está na cascalheira da Apiaba. Conseguimos realizar, de imediato e com urgência, obras naqueles atoleiros que se abriram através do tempo na estrada principal. Conseguimos realizar um trabalho naquela comunidade, mas estamos com material sobrando para ser aplicado; porém, estou sentindo falta de uma pá carregadeira e de caminhões para o transporte”, desabafou.

PUBLICIDADE


Comentários

Enquete

Em relação aos candidatos à presidência da república, você está?

  • Confuso (a)
  • Definido (a)
  • Indeciso (a)
Resultados