Política e Eleição / Notícias

14/08/18 - 10h56 - atualizada em 15/08/18 às 02h44

Felipe Lucas tenta retornar à Assembleia Legislativa do Paraná

Candidato a uma vaga na ALEP, Felipe Lucas já exerceu cargo de prefeito de Irati e foi deputado estadual em três ocasiões

Paulo Henrique Sava

Ex-prefeito e ex-deputado estadual Felipe Lucas concorrerá a uma vaga na ALEP pelo PPS

O médico iratiense Felipe Lucas confirmou sua presença na disputa por uma vaga na Assembleia Legislativa do Paraná (ALEP) em 2018. Ele concorrerá ao 3º mandado na casa pelo PPS.

Dentro de 14 anos de vida pública, Felipe foi vereador e depois exerceu um mandato como prefeito de Irati (1993-1997). Como suplente da bancada do PPS, assumiu uma cadeira na ALEP entre 2003 e 2004, substituindo a então deputada Arlete Caramês. Foi eleito em 2006 e em 2010 ficou na terceira suplência, assumindo o cargo novamente depois que os deputados Marcelo Rangel e César Silvestri Filho foram eleitos prefeitos de Ponta Grossa e Guarapuava, respectivamente.

Ouça a entrevista completa no fim desta matéria

Experiência política

Felipe acredita que sua experiência na vida política o credencia para se candidatar a Deputado Estadual. “Conheço o trabalho, como se faz, conheço toda a nossa região de Irati. Sou médico há mais de 40 anos e conheço de perto a realidade de todas as cidades da região dos nove municípios, indo de lugar em lugar”, frisou.

PUBLICIDADE

Representatividade da região

O candidato afirma que a região precisa de maior representatividade frente à ALEP, especialmente para trabalhar na área de saúde. “Nós precisamos ter um representante aqui de Irati para que a Santa Casa cresça muito mais. Eu consegui que a gente tivesse um recurso para compra de medicamentos, pois nunca houve esta compra por falta de recursos. Eu vejo a Santa Casa como um lugar sobre o qual eu agradeço a todos, pois fizemos sempre um trabalho conjunto”, afirmou.

Saúde

Conforme Felipe, caso seja eleito, seu trabalho dentro da Alep será em prol da saúde da região, uma vez que a Santa Casa se tornou uma referência regional. “Eu pretendo trabalhar muito, porque é preciso e a nossa região se desenvolveu, chegando em um patamar muito grande. São muitas áreas e eu vejo que vamos crescer cada vez mais”, apontou.

Criação de empregos

Felipe lembrou que, no seu mandato como prefeito, deu início às tratativas para instalação da fábrica da Siemens (hoje Yazaki) na região da Vila São João. O terreno para construção da fábrica foi cedido pela empresa Irati Sociedade Anônima (ISA), criada em parceria com o empresário Enezito Ruppel, então secretário de indústria e comércio de Irati, e com Marisa Massa Lucas, primeira-dama e presidente do Provopar municipal. “Junto com a ISA e o CAIC, nós demos um passo para que tivéssemos a vinda da Siemens e de outras empresas que se instalaram em Irati. A ISA cedeu o espaço para que eles pudessem fazer os empregos. Foi todo um passo que nós fizemos, mas precisamos de muitos empregos para Irati e região, não temos dúvida”, frisou.

Ainda sobre a criação de empregos, Felipe destaca que é preciso atrair outras indústrias para aumentar o número de vagas na região. “É uma luta que nós vamos ter, e vamos fazer junto com toda a união dos municípios da nossa região e da AMCESPAR para que nós possamos ter mais empregos. Vemos comunidades muito próximas, como São Mateus do Sul, São João do Triunfo e Antônio Olinto, com a mesma população daqui, e o emprego é uma das grandes batalhas nossas”, afirmou.

PUBLICIDADE

Apoio à agricultura

De acordo com o candidato, é preciso também apoiar a agricultura e diversificar a produção do município. “Dentro das possibilidades, os governos do Estado e Federal têm que trabalhar isto para que nós possamos diversificar a agricultura, e aí o incentivo deve partir de órgãos públicos. Vou trabalhar para que, junto com o Governo do Estado, a Secretaria de Agricultura, as secretarias municipais e as outras associações, para que possamos ter um incremento nesta área. O Paraná é um estado bastante agrícola, temos um estado com 11 milhões de habitantes, e praticamente a economia gera empregos, mas o fortalecimento da região vem da agricultura, pois o agronegócio representa 2/3 da economia do estado, então precisamos trabalhar muito neste setor”, frisou.

Educação

Felipe falou sobre a luta para que o campus do IFPR fosse instalado em Irati durante seu mandato na Assembleia. “No caminho, houve uma grande iniciativa, um conjunto de trabalho do ex-prefeito Sérgio Stoklos, que adquiriu o imóvel de propriedade privada de uma instituição pertencente à advogada Ieda (Waydzik), do ex-prefeito Toti (Antônio Toti Colaço Vaz) e do (André) Janiski, mas eles acabaram vendendo para a Prefeitura e a Câmara de Vereadores aprovou. O IFPR veio para Irati graças ao trabalho político de Felipe Lucas, se não ele não teria vindo. Eu digo isto de forma clara e acho que todo mundo da época sabe disto. Eu vou trabalhar para que mais coisas venham para Irati, que possamos ter mais emprego, mais educação, saúde e agricultura para que possamos crescer mais e nos aproximar de regiões para as quais perdemos espaço”, conta.

PUBLICIDADE

Outras conquistas

Felipe lembra que, no período em que foi prefeito, trouxe para Irati a 21ª Ciretran, a Justiça do Trabalho e a Unicentro. Sobre o cenário político atual, o candidato diz que sua campanha será feita de forma simples. “Eu não tenho grandes aportes financeiros, sempre fiz campanhas simples, vou fazer desta maneira. Tenho minha casa que desde que construí moro lá, na Rua Coronel Pires, e vou fazer uma campanha bastante simples. As pessoas me conhecem, toda a região conhece a gente, o nosso trabalho e a vontade de trabalhar, e vou da melhor forma possível levando este trabalho”, finalizou.


Comentários

Enquete

Em relação aos candidatos à presidência da república, você está?

  • Confuso (a)
  • Definido (a)
  • Indeciso (a)
Resultados