Irati e Região / Notícias

05/03/18 - 00h02 - atualizada em 05/03/18 às 00h08

Obras de pavimentação nos bairros Marcelo, Jardim Planalto e Santos Dumont devem ser retomadas em breve

Pouco mais de R$ 1,2 milhão serão investidos para a conclusão da obra. Empresa licitada aguarda liberação da Caixa Econômica Federal para iniciar os trabalhos

Paulo Henrique Sava, com edição de Edilson Kernicki 

O município de Irati está com diversas frentes de trabalho de pavimentação, em diferentes estágios de desenvolvimento. Os secretários de Obras e Serviços Urbanos, Pedro Eloirton dos Santos, e de Arquitetura, Engenharia e Urbanismo, Dagoberto Waydzik, foram ouvidos pela nossa reportagem quanto ao andamento e prazos de conclusão.

O edital para a contratação de uma nova empresa para executar a pavimentação nos bairros Marcelo, Jardim Planalto e Santos Dumont foi publicado recentemente no Diário Oficial do município. A obra, iniciada na gestão anterior, foi paralisada diante do impedimento da primeira licitada, que pertence ao prefeito Jorge Derbli (PSDB). A empresa KJPR Pavimentações venceu a Concorrência 011/2017 e foi contratada (Contrato 022/2018) para continuar e finalizar a obra, ao custo de R$ 1.268.533,55 e terá seis meses para entregar o serviço. O financiamento da obra foi oportunizado pelo Programa Pró-Transporte PAC 2, do Ministério das Cidades, em 2013.

PUBLICIDADE

De acordo com a Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Irati, a Secretaria de Planejamento encaminhou a documentação para análise da Caixa Econômica Federal, para que se emita a autorização da ordem de serviço pelo município. A Caixa leva, em média, dez dias para analisar a papelada e dar o retorno à Prefeitura.

Até agora, foram executados 72,32% deste pacote de obras. No Santos Dumont, falta a capa asfáltica nas Ruas Laranjeiras, 1, 2 e 3 e a construção de calçadas e sinalização em todo o bairro. Já no bairro Marcelo, as ruas estão prontas, restando a sinalização. No Jardim Planalto,por sua vez, as ruas que precisam ser finalizadas: dos Lírios, Hortênsias, Palmas, Ipanema, Travessa Ipanema, José Kloster e Camélias. Também faltam calçadas e sinalização.

Rua Ipanema no Jardim Planalto é uma das vias que ainda precisam ser pavimentadas

De acordo com Dagoberto, todas as ruas dos bairros Jardim Planalto e Marcelo receberam base e sub-base, faltando somente a aplicação da capa asfáltica e as calçadas. “Como foi feita uma nova licitação, agora será uma obra mais rápida, porque já foi feita essa sub-base e a base, principalmente no Jardim Planalto e no bairro Marcelo”, diz.

“É a mesma empresa que venceu a licitação da Alexandre Pavelski e está sendo aguardada a assinatura da ordem de serviço. Vamos cobrar esse prazo, porque houve alguns problemas com essa empresa na Alexandre Pavelski, que foram sanados”, destaca Dagoberto. Na Rua Alexandre Pavelski, no Alto da Glória, ainda falta a execução de melhorias nas calçadas, como rampas de acessibilidade e a obra está 95% concluída, segundo ele.

De acordo com o secretáriode Obras e Serviços Urbanos, Pedro Eloirton dos Santos, algumas obras de melhorias na Vila Nova e na Rua Maranhão, na Vila São João, já estão programadas, com a recuperação do calçamento.

Conforme Dagoberto, houve muitas dificuldades também com as obras de pavimentação na Rua Ametista, no bairro Pedreira, e na continuação da Rua Pacífico Borges. Estas obras já têm um aditivo de prazo solicitado pela empreiteira de União da Vitória, que está executando os serviços. As obras deveriam ser concluídas em março.

“Tão somente foram feitos 19% [da obra]. Cabe ressaltar que a drenagem foi aumentada naquela obra e algum muro, algum alargamento com dissipador de energia [foi necessário] para alargar a rua, porque havia barrancos muito altos”, esclarece Dagoberto. Conforme o secretário, as empreiteiras estão sendo notificadas por não cumprirem o contrato, visto que a obra está atrasada e os operários não estavam presentes à obra mesmo sem ocorrências de chuvas.

Dagoberto explica que a drenagem é necessária em terrenos cujo solo possui muita umidade, por ser muito permeável, como é o caso da Rua Jornalista José da Silva, cuja licitação também foi vencida pela KJPR. “Vai ter que ser retirada a pavimentação, grande parte do subsolo e ser feita uma drenagem, que é feita com manilhas e tubos e, às vezes, com a própria pedra, para poder haver uma sustentação do pavimento em cima. Não adianta de nada fazermos a pavimentação se não fizermos essa drenagem”, acrescenta.

O secretário de Arquitetura, Engenharia e Urbanismo afirma que, desde o início da gestão de Jorge Derbli, foram feitos 41 mil metros quadrados de recuperação de pavimento em Irati. Ele ressaltou ainda que outros bairros, como o Jardim Orquídea, receberão atenção especial em relação à condição das ruas.

“Falta muito ainda para recuperar, mas são 41 mil metros quadrados, como se fossem feitas 40 quadras de pavimentação nova. Com relação ao Jardim Orquídeas, o Pedro vai dar uma atenção especial com relação a colocar brita, cascalho. Mas o tempo está realmente judiando dos Serviços Urbanos”, comenta Dagoberto.

Sobre os pedidos de pavimentação na Vila Matilde, Dagoberto lembra que havia uma emenda da senadora Gleisi Hoffmann (PT) para que as obras fossem realizadas na Rua Augusto Anciutti Sobrinho. Existia até uma empresa contratada para os serviços, porém a emenda foi cancelada.

“Estamos retomando esse projeto agora. O prefeito Jorge [Derbli] conseguiu, ao menos verbalmente, uma verba do Estado para fazer um recape asfáltico da Augusto Anciutti Sobrinho e a Pedro Koppe, que fica em frente ao Instituto Federal (IFPR)”, diz. Na Rua Pedro Anciutti está sendo consertado o calçamento, conforme Dagoberto.

Pavimentação também deve ser concluída nas ruas do bairro Marcelo

Comentários

Enquete

Feriado N. S. Graças 27 de novembro em Irati

  • Não concordo
  • Concordo
Resultados