Irati e Região / Notícias

03/09/15 - 01h22 - atualizada em 03/09/15 às 01h52

DER vai investir mais de R$ 2 milhões na recuperação da PR-364

Foi aberto um pregão para a recuperação de um talude e aberta a licitação para reconstruir um segundo talude, que desmoronou em Inácio Martins
Da Redação, com reportagem de Rodrigo Zub

Dois trechos da PR-364 que foram seriamente afetados pelas chuvas torrenciais de junho de 2014 serão recuperados nos próximos meses. O Departamento de Estradas e Rodagem (DER-PR) abriu na última semana o pregão para reconstruir um talude que caiu devido ao assoreamento do terreno, num trecho da estrada entre Inácio Martins e Guarapuava. Nessa obra, com prazo de conclusão dentro de um semestre, o investimento será de R$ 249 mil.

Cortina Atarantada

A cortina atarantada que vai ser construída num dos trechos onde ocorreu desmoronamento na PR-364 é um tipo de estrutura que visa conter novos deslizamentos de terra e que é observada, por exemplo, em rodovias federais como a BR-277 e a BR-376, em direção a Curitiba, assim como na rodovia entre Paranaguá e Pontal do Sul e, ainda, em rodovias que passam pela Serra do Mar.

Nessa técnica de contenção é construída uma espécie de cortina, seja em concreto armado, projetado, parede diafragma ou perfis metálicos cravados, ao mesmo tempo em que é feita a perfuração, aplicação, injeção e protensão (tecnologia que confere ao concreto maior resistência à tração) dos tirantes.

Também na semana passada, na terça (25), o Governo Estadual autorizou a abertura de licitação para reconstruir um segundo talude, que desmoronou em outro trecho da rodovia. Serão investidos R$ 2,030 milhões nessa obra, que inclui a construção de uma cortina atirantada (vide box) para conter novos deslizamentos. Assim que concluído esse processo licitatório, a empresa vencedora terá o prazo de dez meses para entregar o muro de contenção pronto.

De acordo com o secretário estadual de Infraestrutura e Logística, Pepe Richa, ainda em julho do ano passado foi negociado com o Governo Federal o repasse de recursos emergenciais para a recuperação da estrada – que está em meia-pista nesses trechos críticos, de serra e de relevo íngreme, com risco de novos deslizamentos. No entanto, os repasses estão sendo efetivados somente agora, mais de um ano depois.

Pavimentação

Além da recuperação de dois taludes, a PR-364 está recebendo investimentos no trecho que liga os municípios de Inácio Martins (distrito de Góes Artigas) e Guarapuava (distrito de Guará). Antes de executar a pavimentação do trecho de 12,9 quilômetros, a estrada que era de chão batido vem recebendo uma nova base: trechos argilosos estão sendo substituídos por pedras graduadas, a fim de melhorar o escoamento. Antes de ser anunciada a pavimentação do trecho, vários motoristas utilizavam um desvio de 130 quilômetros para evitar os atoleiros.

Também estão sendo construídas duas pontes sobre o Rio Iratim e sobre o Rio Bananinha, que já receberam pilares de sustentação e as equipes agora constroem as cabeceiras nas margens dos rios e as armações das partes de concreto. Uma intersecção entre a PR-364 e a BR-277 deve tornar mais segura a entrada de veículos na rodovia federal.

Cortina atarantada (foto) evita que deslizamentos de terra ocorram em rodovias
Técnica será utilizada na PR-364
   

Comentários

Enquete

Feriado N. S. Graças 27 de novembro em Irati

  • Não concordo
  • Concordo
Resultados